Obrigada, paizinho!

Sabe, amor, faz tempo que não lhe escrevo; não por falta do que dizer, mas acredito que seja pela vivência que temos. O que antes eram sonhos em forma de palavras digitadas, hoje é realidade traduzida em um abraço seu.
Hoje faltam exatamente três dias para esse ano acabar e que ano, hein?! Passamos por diversas coisas, tenham sido elas boas ou nem tão boas assim, pois ruins nenhuma foi, já que ao nosso lado sempre teve alguém nos dando força e esse alguém nos uniu, nos ama e cuida de nós. Esse alguém é nosso pai, nosso Deus.
Hoje, temos sete meses de aprendizado, conhecimento, adaptação, conversas e tantas outras coisas que me fazem agradecer, não só ao nosso paizinho, mas à você, por ter vivido comigo cada minutinho de doideira e até situações constrangedoras em público que lhe fiz passar, mas calma! Foi só o começo.
Esses dias estávamos conversando sobre metas e futuro, você me fez uma pergunta que me pegou de surpresa, mas peguei-me pensando por esses dias a respeito do que desejo e cheguei a conclusão de que nenhum plano tem sido feito sem você. Todo o esperado nos próximos quase 400 dias de vida tem um pedaço seu, seja na intenção ou na prática.
Você, meu amor, tornou-se parte de mim, de meus sonhos e projetos futuros. Assim como tenho metas particulares, sei que você também tem e com isso, tem também todo meu apoio, admiração e orgulho pela pessoa que tu és e por tudo que você conquista com garra e a benção do nosso paizão.
Obrigada, môr, por esse ano, por estar em minha vida, por ser você.
Carolina Ribeiro

Felicidade

A saudade tem batido forte. Tem apertado o peito. Tem aflorado a imaginação.
Faz três dias que nos vimos e faltam ,também, exatos três para o reencontro.
Confesso que tem sido duro.
A falta de seu toque, seu perfume, de seu olhar, seu sorriso. A falta de ouvir sua voz, sentir sua respiração. A falta de lhe admirar, lhe ver chegar. Falta um bocado de você na minha semana.
Meu conforto é contar os dias. Meu confronto é esperar. Minha esperança é seu abraço. Minha ansiedade é senti-lo.
Ah, meu bem... Você é minha certeza. É minha escolha. Meu orgulho. É meu amor.
Fico feliz pelo tempo. Por ele passar. Rápido ou devagar... Ele apenas passa.
Fico feliz por lembrar de nós há tempos atrás.
Fico feliz por ver onde estamos hoje.
Fico mais feliz ainda dando uma olhadela no futuro e assistindo onde chegaremos.
Mas a felicidade maior é porque Deus permitiu, porque Ele está e porque Ele é.
Feliz por ter você.
Feliz por ser você.
Feliz pela escolha que fiz, que fizemos. Escolha essa que faz parte de mim. Ao acordar. Ao dormir.
Feliz por viver meus sonhos.
Feliz por vivê-los ao seu lado.
Feliz. Feliz. Feliz.
Carolina Ribeiro

Ensaio da vida. Da nossa vida.

Se eu disser que três dias ao seu lado foi mais do que a prova de que eu viveria pra sempre contigo, você acredita?
Se eu disser que dormir com seu beijo e seu cheiro foi uma das alegrias que me proporcionaste, você acredita?
E se eu disser que sentir seu calor a cada manhã foi o melhor bom dia que tu pode me dar, você acredita?
Mas e se eu disser que seu abraço é o lugar mais seguro onde eu possa estar, você acredita?
Se ainda assim, com palavras, eu não conseguir fazer com que tu creias, diariamente pelo resto de nossas vidas lhe mostrarei. Não só pelo som que sai de minha boca, mas por cada gesto de cuidado que tu mereces!
Três dias ao seu lado de forma completa. Três dias lhe admirando. Três dias lhe ouvindo. Três dias tu me fazendo rir. Três dias de mãos dadas. Três dias de ensaio. Três dias que eu não queria ver o fim tão rápido. Três dias de conhecimento. De aprendizado. Três dias de amor. De felicidade.
Carolina Ribeiro